mscmtr

427975_195749073866161_100002932091342_340537_407249742_n

O fim dos Blur e dos Gorillaz?

Desde a actuação que ocorreu durante a ultima cerimónia dos Brit Awards que se aguardavam ansiosamente notícias acerca de uma eventual reunião dos Blur. Mas depois de alguns rumores contraditórios, inclusivé sobre a gravação de um novo disco de originais, eis que Damon Albarn resolveu dissipar todas as dúvidas sobre o assunto. Numa entrevista concedida em exclusivo ao jornal The Guardian, o líder da famosa banda de brit pop afirmou que o último concerto dos Blur será provavelmente aquele que terá lugar em Hyde Park no dia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres a 12 de Agosto.

Deixando transparecer a existência de divergências aparentemente inultrapassáveis com Alex James e Dave Roundtree (mas não com Graham Coxon, que havia abandonado a banda antes do lançamento de “Think Tank” em 2003), Damos Albarn aproveitou a ocasião para “matar dois coelhos de uma cajadada só” ao revelar que também o seu outro popular projecto hip-hop Gorillaz terá chegado ao seu fim após 10 anos de actividade… O motivo? Adivinharam, divergências criativas (e talvez não só) com o outro mastermind da banda virtual Jamie Hewlett aquando das gravações e posterior digressão promocional do último “Plastic Beach”.

Sem dúvida, notícias pouco animadoras para os fãs desses projectos que, contudo, podem talvez vir a ser compensados com a edição de “Dr. Dree”, o novo álbum a solo do multifacetado Damon Albarn, trabalho que incluirá no alinhamento as 18 faixas da sua autoria compostas para uma opera (!) com o mesmo título. O lançamento está agendado para o dia 7 de Maio e o primeiro avanço “The Marvelous Dream” já foi apresentado. Podem assistir ao seu respectivo vídeo mais abaixo.

Para além desse, e para recordar, fiquem ainda com os vídeos da interpretação do clássico “Tender” dos Blur nos Brit Awards, para além do oficial para “DoYaThing” o alegadamente último single dos Gorillaz, patrocinado pela Converse, que aqui contaram com a participação dos convidados de luxo André 3000 (Outkast) e James Murphy (LCD Soundsystem).

Contudo, não se esqueçam que na música, assim como no futebol, “o que hoje é verdade, amanhã é mentira” e esta poderá não ser, afinal de contas, a última vez que ouvimos falar dos Blur ou dos Gorillaz.